Caixa de texto: MOVIMENTO OÁSIS

O DINAMISMO ESPIRITUAL

DE UM LUTADOR

As deslocações do P. Rotondi a Portugal para orientar vários cursos de espiritualidade e formar animadores deram-me o ensejo de conhecer o evangelizador criativo, exigente e cheio de dinamismo, capaz de envolver todas as suas capacidades e nos mobilizar para o serviço do Reino. Não estava habituado a ver um padre que já não era jovem a tocar viola, torcer um acordeão, animar um encontro, enfrentar as questões da cultura contemporânea com abertura e clareza. Era um deslumbramento que não afastava, mas solidificava na adesão a Cristo e à Igreja.

Entre 1977 e 1981 foram mais frequentes os encontros em Villa Sorriso. Aí pude verificar o modo como dirigia o movimento, em grande comunhão com as senhoras do Ancilla Domini, residentes em Villa Sorriso. Fui testemunha de celebrações da Semana Santa vividas com uma intensidade interior transbordante.

As pessoas que recebia e lhe pediam orientação eram acolhidas com toda a atenção, mas sem rodeios colocadas diante de caminho exigente e realista, longe de falsas doçuras ou devaneios espirituais. A eficácia da verdade era fundamental.

A sua presença nos meios de comunicação social, seja em debates televisivos, onde aparecia como combatente pelos valores evangélicos e pelas causas maiores, seja nos artigos semanais do jornal diário “Il tempo”, nos quais deixava passar as suas reflexões incidentes de luz sobre a atualidade, sem receio de remar contra a maré, quando as situações assim requeriam.

A forma como colocava todas as suas energias e habilidades ao serviço de Cristo e o inquebrantável amor à Igreja foram estímulo essencial para o modo como desenvolvi o meu ministério de padre e de bispo.

+ Carlos Azevedo

.:2017/2018:. Movimento Oásis: um caminho de vocação. Juventude em discernimento